× Capa Textos Áudios Perfil Livro de Visitas Contato
SOLANO BRUM,O PÁSSARO CANTOR
AMOR PERFEITO
Textos



                SONETO - II -

                                   Solano brum

Agora entendo porque brigaste tanto,
maltratando assim, minha fiel pessoa!
- Se o amor é puro, imaculado e santo,
Não vejo porquê a desconfiança à toa!

Ao longe, o galo canta, mas não entoa...
Se ninguém percebe, acha lindo o canto!
E quem aplaude a quem injusto apregoa,
Tanto fere a Lei quanto lhe rasga o manto!

“- Não faz sentido essa tua desconfiança!”
Dou glória a Deus por minha pasciência,  (*)
A qual, produz fidelidade e essa, esperança!

Não dê você, ouvidos a quem quer que seja…
Creia-me: O beijo que te dou é por clemência,
Mas, a quem te induz... Que o teu sorriso, veja!

                                 = = = = = = =


(*) Rom 5 - v 3,4,5. - Leiam a Biblia!

 POETA OLAVO
"Muitas vezes eu prefiro \\ Fingir de cego e mudo \\ Também de surdo eu miro \\ Pra manter o meu escudo." -- Minha interação prezado Solano, com os meus aplausos e abraços. Boas festas pra ti.
Solano Brum
Enviado por Solano Brum em 16/12/2019
Alterado em 27/02/2020
Comentários