× Capa Textos Áudios Perfil Livro de Visitas Contato
SOLANO BRUM,O PÁSSARO CANTOR
AMOR PERFEITO
Textos
POESIA - II -

POESIA -II-

“NAMORADA”

Eu fiz de contas... Pensei que amava
E meu amor, transcendia limitações!
Sobre o muro, enamorado, espiava...
Via flores em quaisquer das estações!

Um dia, acordei em meio às tentações...
O corpo, frágil e imberbe, demonstrava,
- Sem que eu percebesse - inovações
Que, pelo pudor, pouco se comentava!

Obedecendo - àquela época – a libido,
Por muito tempo olhei o lado proibido,
Sem jamais lhe revelar minha paixão!

Por tanto olhar já me sentia o dono
De quem, à noite, a burlar meu sono,
Levava-me aos deleites da fascinação!

= = = =

Esta “Poesia -II –“ é a segunda das que enviei ao portal do Recanto das Letras, com o título “NAMORADA”. Embora sua publicação tenha agradado a muitos visitantes e anteriormente publicada na Revista “Ponto de Encontro” da Drogaria Pacheco, n. 12, de Dez/2014, a republico, porque, na época, em 14/02/2016, eu era um principiante no famoso Site. Obrigado aos visitantes.
 
Solano Brum
Enviado por Solano Brum em 23/01/2017
Comentários