SOLANO BRUM,O PÁSSARO  CANTOR
AMOR PERFEITO
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

            POESIA A MUSA 







                                                              Solano Brum 
                                                    

Ando a pisar num chão de estrelas por teus versos
Como que, perdido, por tanto encantamento!
Às vezes, vejo constelações... Outros universos...
Mas são dos teus olhos, as luzes do firmamento!


Em certos instantes, ouço poesias declamadas
E a quietude que me envolve, é uma utopia
De coros de querubins; longínquas badaladas
De harmônicos sinos, tocando a "Ave Maria!"

Assim, me chega e me envolve teu declamar,
Deixando-me a imaginar, num chão de estrelas,
Como Narciso, à beira d'um lago a se admirar!

Todas as vezes que as leio, as ouço ou as vejo,
-colibri que se extasia pelas flores, só de ve-las-,
É minha boca em teu coração, num terno beijo!
                                    = = = =




 
Solano Brum
Enviado por Solano Brum em 26/09/2019


Comentários