SOLANO BRUM,O PÁSSARO  CANTOR
AMOR PERFEITO
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

UMA TAÇA DE "ALMAD'EN"
            UMA TAÇA  DE "ALMADEN"
                                
                                                         Solano Brum

Conforta-me, mais uma taça de vinho,
Debruçado na janela, a olhar o nada!
Altemar Dutra, na vitrola do vizinho
Esgoela-se à uma alma apaixonada!

E eu aqui, com minha taça de vinho,
Debruçado na janela a olhar o nada!
Passa o dia e a tarde cai de mansinho
E minh'alm chora, chora apaixonada!

Sou João  ninguém, a esperar alguém
Que, sei, veio ao mundo para me ver
E ao me ver, fingira não me ter visto...

Fingira, mas, me ama; sabe que existo
E reforça- se em querendo, não  querer...
...................................................................
Debruçado na janela a olhar o nada,
Conforto-me co'esta taça de "Almaden!"
                  ==============






Solano Brum
Enviado por Solano Brum em 24/09/2019


Comentários